Exaltação a Jesus


Há quase dois mil anos em Belém,
Numa noite de harmonia e luz,
Sem sabermos nos tornamos reféns
Daquele que seria o Mártir da Cruz.

Os caminhos por Ele percorridos
Evidenciavam profundos rastros de amor
Proporcionando a todos os corações sofridos
A oportunidade de extirpar de si a dor.

Nada deste mundo possuía
Peregrino perseverante da humildade,
Por onde passava levava alegria
Deixando, quando partia, a saudade.

Seus olhos vívidos e brilhantes
Emanavam complacência e ternura,
Deles todos tornavam-se amantes
Sentindo a beleza da Sua alma pura.

Seus ouvidos serenos e pacienciosos,
Permaneciam em constante atenção
Quais pára-raios divinos, maravilhosos
Captando os segredos do coração.

A palavra sábia e dulçorosa,
Vertia dos Seus lábios como mel
Introduzindo nos corações a presença maviosa
Do Pai do mundo, Senhor do céu.

Seus braços incessantemente generosos,
Energizados para o vero socorrer,
Se transformavam em alicerces poderosos
Sempre que um corpo cansado viesse a desfalecer.

Suas mãos incansavelmente operosas,
Quais anjos protetores dos desvalidos,
Agiam com ternura piedosa
Amenizando as dores dos irmãos sofridos.

Seus gestos plenos de exuberante harmonia
Cativavam os mais insensíveis corações,
Regendo apaziguante e terna sinfonia,
Despertando em todos profundas emoções.

Seus passos calmos, porém cheios de energia,
Emolduravam Sua figura com discreta elegância,
Sua presença era como arrebatadora magia
Perfumando a Terra com Sua fragrância.

Suas peregrinações pelo mundo afora,
Caracterizadas pela coragem e destemor,
Fizeram surgir na Terra nova aurora
Ao vivenciar Ele a sublime lei do amor.

Por muitos foi esquecido e desprezado,
Porém conhecedor das nossas fraquezas
Fomos todos por Ele perdoados
Testemunhando sua amorosa realeza.

Quase dois mil anos transcorreram
E ainda, por vezes, nos encontramos perdidos
Olvidando-nos de que todos que padeceram
Foram por Ele ternamente socorridos.

Nestes momentos de profunda reflexão,
Sinto em mim um novo pulsar,
Parece que agora o meu coração
Definitivamente aprendeu a amar.

Minh’alma, outrora mergulhada na dor,
Emerge radiosa e brilhante,
Conhecedora agora das nuances do amor,
Tornou-se do Cristo Jesus amante.

Felicidade inenarrável toca meu ser,
Uma presença terna e envolvente me seduz,
Percebo, em mim, definitivamente, florescer
A doce e perfumosa mensagem de Jesus!

Maravilhosa essa mensagem sempre é bom nos lembrar o quanto o Mestre foi generoso, mostrando os nossos agradecimentos e praticando os seus ensinamentos

Maravilhosas mensagens que precisamos colocar fora do papel, precisamos, colocar todo esse conhecimento em prática, como gostaríamos para nós, ajudar o nosso próximo, o primeiro ouvido é o meu.