A paz do planeta depende de nós


Paz. Pedimos paz, falamos em paz, queremos paz. E o que fazemos para que isso ocorra? O que projetamos em nossa volta? Desequilíbrio, angústia, ódio, desamor???

Enquanto cada um de nós continuar emitindo esses sentimentos negativos, nosso planeta permanecerá passando por esses momentos de dificuldade e dor.

A paz e um mundo melhor dependem de cada um de nós. Ao invés de criticarmos a todos e a tudo, façamos a nossa parte, melhorando a nós mesmos e melhorando o mundo a nossa volta.

Tornemo-nos pontos de luz a irradiar amor e compreesão por onde passarmos. Foi isso que o Mestre fez por nós. Não se perdeu em lamentações infrutíferas; arregaçou as mangas e trabalhou para deixar o seu legado de amor para nos guiar.

Façamos o mesmo: calemo-nos e trabalhemos incansavelmente pela nossa própria melhoria e, assim, pouco-a-pouco, descobriremos o que é realmente a paz interior, estando, desta forma, prontos para colaborar com a conquista da paz para o nosso planeta.

Autoria: 
Mensagem recebida em 19/09, durante os trabalhos de sexta-feira