Saudade


A cada dia passado, em cada minuto vivido, com saudades lembro de cada irmão querido.

Quantos corações alegres deixei na minha partida, outros tristonhos, por sentirem, no seu íntimo, saudades do tempo passado com este sincero amigo.

Eu, hoje em dia, ao lembrar de todos num misto de tristeza e de alegria, desejo abraçar um a um.

Olhar em seus olhos, segurar em suas mãos, sentir o calor do abraço de tão amados irmãos.

Mas qual o meu júbilo agora, ao permitirem minhas palavras, em poucas linhas traçadas, expressar admiração e saudades.

Muito me alegra ver o trabalho dedicado, cuidadoso, comprometido daqueles que se dedicam a esta casa, conduzindo o dia a dia, auxiliando na evolução de queridos na divulgação dos ensinamentos de Amor do nosso amado Cristo.

Dessa forma, meus irmãos, nessa casinha, que participei da construção, venho trazer meus votos de júbilo e pedir persistência e determinação.

Do ideal iniciado, alimentado e conduzido ao longo de décadas sem descanso, suavizando corações sofridos, conduzindo, orientando tantos com amor e regozijo, sem perceber o quanto construímos para nós próprios e para os outros.

No futuro, com a evolução deste planeta, esperamos estar juntos em muitas casinhas como esta, edificando e construindo, em nome do Amor do Cristo!

Autoria: 
Oscar Camanho. Mensagem psicografada por Flavia Facchini em 09/09/2014