Juntos como servidores do Amado Mestre Jesus


Apresento a entrevista deste simpático casal, amigos da Casa, que demonstram neste conjunto, aspirações valiosas que podem inspirar outras tantas vidas nos caminhos cristãos, principalmente aquele nosso próximo mais próximo que prossegue conosco nesta jornada terrena.

Estamos Aqui - Eduardo, Léo, vocês chegaram nesta Casa, associados ao amor ou a dor? Fale-nos sobre esta experiência.
Aqui chegamos quando passávamos por um momento muito difícil em nossas vidas. Seguindo as orientações da Casa, fazendo as consultas às terças-feiras, atendendo a recomendação do tratamento espiritual pela equipe do alto, participando das palestras às quartas e do Evangelho às sextas-feiras, passamos a nos empenhar na reforma íntima, cuja importância no relacionamento a dois hoje já podemos entender.

EA - Há mais crescimento íntimo quando se caminha a dois no ideal espírita? Por que?
Sim, sem dúvida! Juntos podemos somar tudo o que ouvimos e o que temos estudado nesta doutrina bendita. Prosseguimos neste caminho, dividindo informações, tirando nossas conclusões que sempre vem auxiliar e fortalecer a relação.

EA - Na opinião de vocês, a religião fortalece o casamento?
Viver e conviver numa união conjugal não é nada fácil. Acreditamos que a religião, seja ela qual for, pode ter o seu peso numa relação. Porém, especificamente gostaríamos de falar da Doutrina Espírita, pois nos concede o exercício da renúncia, o entendimento de se passar por provas que nos são necessárias para nossa evolução e aprimoramento. Com este entendimento tudo se torna mais compreensível, mais leve, oferecendo-nos um outro ponto de vista e assim vamos trocando o fel pelo mel.

EA - Como a Doutrina dos Espíritos pode desempenhar função importante na vida a dois?
Ela nos ensina a enxergar os limites do nosso próximo. Esse apontamento é muito importante, e qualquer convivência se torna mais pacífica.

EA - Como é a experiência de aprenderem juntos o Evangelho, ser em caravaneiros de Pirapitingui e tarefeiros da Casa?
A experiência é edificante. Quando um está prestes a desanimar o outro está sempre ao lado para encorajá-lo. A Caravana para nós, tem sido um acréscimo espiritual extraordinário, pelo que, recomendamos a todas aquelas pessoas que ainda não visitaram este hospital, que participem, pois são os pacientes de Pirapitingui que nos dão verdadeiras lições de Vida. Como exemplo podemos dizer que vamos até lá para doar... porém chegando lá recebemos muito. Sermos tarefeiros desta Casa, tem contribuído no nosso próprio crescimento e burilamento interior.

EA - O que significa para ambos desenvolver nesta Casa a tarefa de amor e dedicação ao próximo?
O Núcleo se tornou para nós uma extensão de nossa casa, um segundo lar, um lugar onde encontramos amigos e pessoas que nos tem demonstrado o trabalho dignificante da seara de Jesus. É muito gratificante doarmos um pouco de nosso tempo para o nosso próximo.

EA - Qual a mensagem que vocês têm para os casais, em busca da melhora no convívio?
Pratiquem o Evangelho no Lar. Tenham confiança em Jesus, que ele permitirá o amor adentrar em seus corações. Sejam cumpridores de seus deveres. Raramente pense primeiro em si, pois o próximo tem mais prioridade. E que vocês encontrem a paz tão almejada por todos nós.

Autoria: 
Márcia Regina Farbelow