Mulheres e Mães


Há pessoas que passam pelo mundo e deixam um rastro de luz convidando-nos a segui-las. Assim foram personalidades como Sócrates, Buda, Francisco de Assis, Gandhi, Luther King, Madre Teresa, Hellen Keller, Florence Nightingale, Ivone do Amaral Pereira, Chico Xavier e tantos outros.

Existem outras pessoas, sem notoriedade pública, mas que na humildade de suas posições na vida, brilham como astros de primeira grandeza no firmamento do nosso coração. Quantos destes abnegados anônimos vivem ao nosso lado e não temos para com eles a atenção, o carinho, o incentivo para que continuem bons, para que continuem derramando o amor que trazem no vaso do coração, em benefício de todos.

Esses heróis anônimos se constituem em verdadeiros anjos da guarda em nossas vidas. Não trazem asas às costas, não possuem auréolas sobre a cabeça, mas amam infinitamente.

Muitos respondem pelos nomes de pais e mães, outros são professores. Há os que atendem por irmãos ou simplesmente amigos, mas são verdadeiramente anjos guardiões.

Entre os anjos que Deus nos concedeu para amenizar nossas dificuldades, estão as mães, anjos tutelares de nossos sonhos, de nossas lutas, de nossos acertos e desacertos na vida. Não importa que ela seja rica ou pobre, culta ou analfabeta, professora ou bóia-fria, proprietária ou sem terra, uma auréola de santidade envolve sua cabeça, e a paz do seu coração derrama-se sobre o mundo.

Entre as mulheres mães há aquelas que nunca engravidaram, a não ser no coração. Mulheres que adotam filhos de outros úteros e amam profundamente seus filhos do sentimento, não importando a cor da pele ou a sua a origem. Mães adotivas, que santificam o mundo com o seu amor.

Nossa homenagem profunda e humilde às mães de crianças portadoras de necessidades especiais. Mães de filhos excepcionais, mães, que receberam de Deus, filhinhos doentes, cegos, paralíticos. Deus abençoe essas mães especiais.

Que dizer às mães que retornaram ao mundo espiritual pela porta da desencarnação, e o seu amor construiu uma ponte que liga os dois mundos para que possam continuar velando por seus filhos queridos? Só podemos dizer que as amamos muito e pedimos a Deus que as proteja.

Se não temos como agradecê-las, oremos por elas, uma prece de agradecimento e incentivo.

Autoria: 
Amilcar Del Chiaro Filho