Distribuir


Há quase 2000 anos, quando Jesus militava entre os apóstolos e falava à multidão frenética que o seguia, num determinado momento, desta sua peregrinação, repartiu generosamente o pão a todos aqueles que avidamente o escutavam, fazendo com que pudessem aliviar e, para alguns, saciar a fome que os afligia.

No transcorrer das nossas vidas, tomamos consciência de que o desamor grassa na maioria dos irmãos que jornadeiam conosco neste planeta de provas e expiações.

Entretanto, alguns poucos existem, que já conquistaram, ao longo das inúmeras reencarnações vividas, o doce perfume do amor a balsamizar suas almas.

Face ao atual estágio da maioria dos seres humanos, com os quais compartilhamos experiências várias, estes corações mais amorosos vêem-se, muitas vezes, martirizados, injuriados, vilipendiados em seus direitos, pelos seres humanos que os cercam, pois estes, desprovidos de maior sensibilidade, não se apercebem que essas doces almas vieram ao mundo justamente para apaziguar, consolar, ajudar e amar aqueles que ainda não tiveram a felicidade de sentir a presença do Cristo Jesus, em seus corações.

Se você, irmão, já faz parte dessa plêiade de almas benditas, que o Mestre do Amor o fortaleça, o estimule a continuar a amorável missão a que se propôs no sentido de dar sem nada requerer em troca.

Porém, se você companheiro, vem se esforçando para adentrar esta falange valorosa de emissários do Sublime Peregrino, não desanime, não faça do seu coração a morada do pessimismo e envide todos os esforços para se abeberar nos cândidos ensinamentos de Jesus, para que você possa, em seguida, mitigar a sede daqueles que se encontram ensandecidos pela desarmonia e desesperança..

Como o Cristo generosamente distribuiu o pão àqueles que tinham fome, todas as vezes que você algo distribuir a quem quer que seja, lembre-se de que cada gota de amor emanado do seu coração Jesus a recolocará locupletando-o com Suas bênçãos divinas.

Todas as vezes, caro irmão, que algo estiver distribuindo a alguém, procure perceber a felicidade penetrando em sua alma, porque, nesses instantes, estará interagindo como mensageiro do Cristo Jesus e ao desfrutar a profunda alegria do dar sem nada esperar receber, você sentirá Sua terna presença no imo da sua alma, acompanhando os seus passos, dulcificando o seu porvir!